É galera!! rsrsrs

Já faz um tempinho que os apreciadores da música gospel internacional se perguntam: “Stacie Orrico é crente ou não é?”. Bom, segundo o relatório dela e de seus fãs, ela é “uma cantora cristã que quebrou as barreiras do secular”. Aqui no Brasil temos duas situações parecidas: Marina de Oliveira e Pamela.

Stacie Orrico nasceu em 1986 e ganhou um concurso de música em seu Estado, o Colorado nos EUA. Começou profissionalmente em 2001 fazendo backing vocals na turnê do grupo Destiny’s Child (aquele de onde saiu a cantora-rebolativa Beyoncé). Mas, se formos seguir o exemplo de Jesus, devemos conhecer a árvore segundo seus frutos…

Fazendo uma pequena análise de seus trabalhos notamos uma coisa logo de cara: praticamente nenhuma música fala diretamente de Deus ou Jesus, a maioria fala apenas de relacionamentos. O hit de estréia “Stuck” diz “Eu te odeio, mas te amo, não consigo parar de pensar em você“ e no álbum mais recente, cuja capa ela está totalmente de pernas de fora ela canta em “I’m Not Missing You”: “Odiei as mágoas, as traições, costumava sofrer, mas agora nem sinto nada, não sinto sua falta“. Relacionamentos bem conturbados os que ela canta hein?!


Outro surto de dúvidas você leva ao assistir o DVD “Stacie Orrico Live In Japan”. Entradas triunfais, inúmeras trocas de roupa, coreografias à la Britney Spears, algumas por sinal, bem sensuais! Em determinado momento do show ela lembra que tem público crente, e aparece sentada no piano para cantar “Strong Enough” que (finalmente) fala de Jesus, e é linda! Ufa! Que alívio, uma música de crente, mas de repente, você percebe que ela fez isso só pra te preparar pro que vem pela frente…

Após a música, ela levanta-se revelando um vestidinho curto mostrando as pernas, coloca umas plumas no pescoço e desce as escadas devidamente acompanhada de um rapazinho estilo boy, depois o empurra pro lado, chega ao microfone, dá aquela voltinha sensual e começa a cantar… “Stuck“, mas o pior não é isso, o pior é que enquanto ela canta ao lado de jovens rapazes bem no estilo Madonna Virgin Tour, algumas dançarinas (uma delas de cabeça raspada) dançam freneticamente ao fundo sem se importar com o fato de estarem de mini-vestido, em seguida, elas sempre andando sensualmente rodeiam cada uma um dançarino e CRÉU! Fazem um passo ‘de dança’ que escandaliza qualquer crente mais liberal que seja.

Após “Stuck” ela revela que Ella Fitzgerald (cantora secular de Jazz) foi uma de suas inspirações desde criança e canta uma música dela: “Can’t We be Friends” bem no estilo cabaré, mostrando como é liberal e descolada. Entenderam bando de caretas? Aliás, a fotos de divulgação do último trabalho tem ela de camisola desabotoada, roupa curta, decotes… O Paparazzo que se aposente!

No site da MTV foi publicada a matéria “Stacie Orrico não vai ficar ‘empacada’ com o rótulo de cristã” onde ela diz que está cansada das pessoas perguntando a ela sobre sua transição da música cristã pra secular. “Não deveria ter tanta importância se a música é cristã ou secular, música é música”. Ela ainda diz: “Não existem médicos cristãos e não-cristãos, você faz o que faz e alguns são melhores que outros”. Disse a cantora que também tem se arriscado como atriz em alguns seriados americanos, igualmente não-cristãos. A matéria (clique para ler) chega a dizer que a mensagem de Stacie na música “Stuck” é parecida com as mensagens nas canções de Christina Aguilera e Britney Spears.

Fica aí a questão, ela é ou não é? Se for segundo os frutos, tá complicado… então que seja segundo a serpente. Pamela, ainda da tempo de largar a capa de ovelha, tá bom colega?!
Publicada pelo BLog Crítica Cristã

2 comentários:

Obra das mãos de Deus!!! disse...

Parabens pelo blog amado!!
Que Deus te abençõe sempre a ser um adorados!!!

A paz do Senhor!!!

Evy

rafael disse...

Stacie fala de Deus em praticamente
todas as músicas do DVD ao qual vc se refere, só há 2 músicas q falam de relacionamentos, q são Stuck e Can't We Be Friends! Acho q vc está julgando precipitadamente e sequer conhece o trabalho dela ....
Está julgando-a por falar de relacionamentos conturbados?
Aqui os cantores gospel gravam músicas como "Chocolate Quente" e todo mundo acha lindo ¬¬¬
Acho q o fato de ser evangélico em nada impede de cantar músicas falando de sua realidade, suas fraquezas, suas experiências ...

Melhor do q tentar passar uma falsa santidade q ñ existe ....